Blog da Monte Bianco

11/04/2010 13:22
O "Palio di Siena".

 

 

O Palio de Siena é a corrida de cavalos mais antiga do mundo. É realmente fascinante o modo como uma tradição percorre os séculos sem perder suas características e particularidades.

É verdade que com o passar do tempo o Palio se tornou uma atração turística, já que a corrida atrai todos os anos milhares de pessoas. Aproximadamente um mês antes da corrida não se consegue mais encontrar lugar nos hotéis e os ingressos para assistir ao espetáculo são carríssimos. As pessoas que assistem ao Palio na “Piazza del Campo” não pagam e se diz que é mais emocionante. As pessoas que moram na “Piazza del Campo” aproveitam para ganhar um bom dinheiro alugando as sacadas das suas casas. Mas o importante é que apesar de ter se tornado uma atração turística lucrativa para a cidade, o Palio continua sendo mais que uma tradição, faz parte da vida do povo de Siena.

A corrida não possui uma organização oficial, já que quase todos os cidadãos participam na organização da corrida. Os ingressos por exemplo são vendidos pelos proprietários dos estabelecimentos da “Piazza del Campo”, lugar onde acontece todos os anos o Palio de Siena.

O Palio é realizado duas vezes ao ano, nos dias 2 de julho e 16 de agosto. Participam sempre dez “contradas”. As “contradas” (em italiano “le contrade”) são os bairros da cidade de Siena. Cada contrada tem a sua sede com uma pessoa que cuida da sua administração; existe também uma igreja na qual geralmente são guardados objetos que contam a história da contrada.

A rivalidade que existe entre as contradas é realmente muito interessante. Ainda hoje existem algumas poucas pessoas que não permitem que um filho se case com alguém pertencente à contradas rivais. Um fato curioso é aquele do batismo: quando nasce um cidadão senese, este recebe dois batismos: um como cristão e outro como membro da contrada.

As contradas têm sempre nomes de animais e registros históricos mostram que existiam cerca de 200 contradas. Com o passar do tempo elas diminuíram e hoje existem apenas 17 delas.

Todos os anos participam da corrida somente dez contradas; as outras sete participam do corteo histórico que precede o Palio. No ano seguinte as contradas que participaram do Palio ficam de fora da competição “oferecendo” lugar para as sete que não participaram do Palio do ano anterior e assim por diante; é feito um sorteio para ver quais são as outras três contradas participantes.

No dia do Palio, os cidadãos fazem um corteo histórico usando roupas de época medieval. Cada contrada tem as suas cores e roupas próprias.

O corteo parte da “Piazza del Duomo” em direção à “Piazza del Campo”. Existe também um prêmio para a contrada que melhor se apresenta durante o corteo.

O Palio dura aproximadamente dois minutos – são somente três voltas ao redor da “Piazza del Campo” – mas se diz que é uma corrida que dura um ano, devido à grande paixão com a qual o povo de Siena a espera.

O Palio, prêmio desejado por todas as contradas, é na verdade um grande pedaço de tecido macio pintado por artistas e artesãos famosos; porém para o povo de Siena é muito mais que isso; representa o prestígio e a emoção de ter vencido a corrida de cavalos mais famosa do mundo.

Il Palio di Siena 

Il Palio di Siena è la più antica corsa di cavalli del mondo. É davvero affascinante vedere come una tradizione può trascorrere i secoli senza perdere le sue caratteristiche e le sue particolarità.

È proprio vero che col trascorrere del tempo il Palio è diventato un'attrazione turistica, dato che la corsa attira ogni anno migliaia di persone. Circa un mese prima della corsa non si riescono più a trovare posti negli alberghi ed i biglietti d’ingresso per lo spettacolo sono carissimi. Ma l’importante è che nonostante sia diventata un'attrazione turistica lucrativa per la città, il Palio continua ad essere più di una tradizione, fa parte della vita del popolo senese.

La corsa non ha un'organizzazione ufficiale, giacché quasi tutti i cittadini partecipano all’organizzazione della corsa. I biglietti, per esempio, vengono venduti dai proprietari degli stabilimenti che si trovano in piazza del Campo, posto dove si svolge ogni anno il Palio di Siena.

Il Palio è realizzato due volte all’anno, il 2 luglio e il (16) sedici agosto. Ci partecipano sempre dieci contrade. Le contrade sono i rioni della città di Siena. Ogni contrada ha la sua sede, con una persona che ne cura l’amministrazione; c’è anche una chiesa in cui di solito vengono custoditi oggetti che raccontano la storia della contrada.

La rivalità che c’è fra le contrade è davvero molto interessante. C’è ancora chi non permette ad un figlio di sposarsi con qualcuno appartenente ad un’altra contrada; un fatto curioso è quello del battesimo: quando nasce un cittadino senese, riceve due battesimi, uno come cristiano e un’altro come membro della contrada.

Le contrade hanno sempre nomi di animali e registri storici mostrano che qualche secolo fa c’erano oltre 200 contrade. Con il passare del tempo sono diminuite ed oggi ne restano soltanto diciassette.

Ogni anno partecipano alla corsa soltanto dieci contrade; le altre sette partecipano al corteo storico che precede il Palio.

Nell’anno successivo le contrade che hanno partecipato al Palio ne rimangono fuori, “offrendo” posto alle sette che non parteciparono al Palio dell’anno precedente e così via; con un sorteggio vengono decise le altre tre contrade partecipanti.

Nel giorno del Palio, i cittadini fanno un corteo storico portando abiti d’epoca. Ogni contrada ha i suoi colori e abiti.

Il corteo parte dalla piazza del Duomo verso Piazza del Campo. C’è anche un premio che viene consegnato alla contrada che meglio si presenta durante il corteo storico.

Il Palio è una corsa che dura circa due minuti – sono soltanto tre giri attorno alla Piazza del Campo – ma si dice che sia una corsa lunga un anno, dovuto alla grande passione con la quale il popolo senese la attende.

Il Palio, premio desiderato da tutte le contrade, è in verità un drappo, ovvero un gran pezzo di stoffa dipinto da famosi artisti e artigiani; però per i senesi è molto di più, rappresenta il pregio e l’emozione di aver vinto la più famosa corsa di cavalli del mondo.

Prof.ssa Ellen Alonso

 


Deixe também seu Comentário:

Nome Completo:*
E-Mail:*
Título:*
Mensagem:*

Código de Verificação:
Digite abaixo o código ou clique no
ícone para gerar um novo código

Status do Código Digitado:
 

Enviar     Limpar